Notícias

TCP Log começa a operar o Depot Express

Novo espaço tem capacidade operacional para 3.500 contêineres refrigerados, oferecendo vantagens para armadores, transportadores e exportadores.

A TCP Log – subsidiária logística da TCP (empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá), já está oferecendo para armadores, transportadores e exportadores o Depot Express, um espaço sob medida, localizada na retro área do Porto de Paranaguá, com o objetivo de otimizar a cadeia logística, oferecendo eficiência operacional e redução de custos para os usuários. O Depot Express tem capacidade operacional de movimentar 3.500 contêineres refrigerados (reefer) por mês.

“Nenhum outro terminal de retroárea, oferece as mesmas condições operacionais que a TCP Log. Nosso grande diferencial foi assumir a responsabilidade de tudo que pode impactar na logística de nossos clientes e isso inclui olhar para fora do terminal portuário”, explica Juarez Moraes e Silva, diretor Superintendente e Comercial da TCP.

Moraes e Silva explica que o Depot Express foi criado para solucionar a fila de espera de caminhões para a retirada de contêineres. “Esse gargalo gera custos na cadeia logística, podendo fazer com que haja o desvio de cargas de Paranaguá para outros portos. Nós aumentamos a velocidade do atendimento, gerando ganhos operacionais e financeiros para todos os elos desta cadeia”, diz.

Para operar na retroárea, a TCP Log conta frota própria de caminhões dedicada para o transporte dos contêineres vazios, operando em três turnos, 24 horas por dia”, explica o executivo. Os contêineres refrigerados vazios que chegam em Paranaguá são transferidos para o Depot, onde são vistorizados, reparados, higienizados e testados, ficando aptos a serem carregados em caminhão e seguirem viagem para as plantas do exportador.

Além de desonerar a cadeia logística, os serviços prestados pelo Depot Express também contribuem para maior segurança dos motoristas. “O alto tempo gasto em filas gera desgastes para o motorista que viaja cansado, ficando mais propenso a se envolver em acidente. Com menos tempo nas filas de espera, o caminhoneiro terá condições melhores para conduzir o caminhão”, diz. No Depot da TCP, os contêineres ficam prontos à espera dos caminhões, com expectativa de um giro médio de até uma hora, o que também otimiza o uso do ativo reduzindo potencialmente o custo dos usuários.

Inicialmente, o Depot Express deve atender apenas os contêineres refrigerados, de clientes de estados como Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. “No longo prazo, a ideia é expandir a operação para todos os tipos de contêineres”, finaliza o diretor.

Voltar